terça-feira, 12 de agosto de 2008

TCB em 1972


Setembro de 1972. Entrega de novos ônibus.

2 comentários:

Inge disse...

Os tempos já são outros e os indefectíveis ônibus Mercedes todo cinzento já foram substituídos.
De certa forma é uma perda de identidade. Mas certamente não é esta a opinião dos designers...
Parabéns pelo blog!

MESTRE NINJA CLAUDIO DE ARRUDA VIANA disse...

Os Alfacinhas da TCB vieram em dois lotes ( o 1º em Setembro / 1972 foi sem o letreiro indicativo do número da linha – “ capelinha “ – e foram 10 unidades ; o 2º chegou meses depois – eram 30 – e tinham “ capelinha “ – letreiro indicativo com o nº da linha – idênticos ao do Rio de Janeiro em cima do letreiro indicativo do itinerário ) . Total = 40, com numeração entre 172 e 212 . Entretanto, não me lembro se tinha letreiro indicativo do roteiro em cima da porta traseira – é provável que tenha tido, uma vez que a fábrica da Metropolitana era no Rio de Janeiro e os ônibus do RJ entre 1964 e 1980 tinham o indicativo do número da linha em cima do letreiro do itinerário ( “ capelinha “ ) ; sei que para o RJ foram fabricados vários com esta configuração e com indicativo do número da linha em cima do letreiro frontal.